top of page

Entenda mais sobre a torra do seu café


grãos de café

Torra é um processo de transformação físico-química pelo calor, mas também é a arte de definir perfis para uma experiência particular diante de uma boa xícara. A torra do café pode basicamente ser dividida (simbolicamente) em três fases.


A primeira é a seca onde o aumento interno da temperatura provoca a evaporação da umidade dos grãos em um processo endotérmico.


Com o aumento da temperatura e a ausência de água nos grãos, reações exotérmicas têm início, concomitantemente com a formação de compostos voláteis e CO2 (cheirinho de café), começamos a segunda fase caramelização dos açúcares.


Com o aumento da pressão interna do grão, ocorre uma expansão que causa rachaduras em sua parede., Este momento é conhecido como crack, porque justamente é o som que os grãos emitem (como pipoca), a terceira fase é o desenvolvimento pós crack. Na imagem abaixo, vemos as nuances da coloração ao longo do processo, porém não é somente a cor o determinante de uma boa torra, mas sim o caminho pelo qual o grão passou, ou seja, a curva de tempo e temperatura.

processo de torra fases

Podemos queimar um bolo com 15 minutos de fogo alto e próximo da massa, assim como em 15 minutos um bolo pode ainda estar cru com fogo baixo e longe da massa. No processo de torra podemos imaginar o mesmo: qual a relação ideal para que os compostos agradáveis permaneçam na bebida? Para isso, conhecimento do tipo de grão que entrará no processo, experiência e teste são necessários para a excelência na xícara.


E em casa? Como você observa a torra do seu café? O efeito blooming no café ocorre quando a água quente entra em contato com o café moído, liberando gases. Para que ocorra o efeito blooming é fundamental que sejam utilizados cafés com torra clara/média e moídos na hora. Se o café não for fresco os gases se perdem dentro da embalagem, ou até mesmo fora dela, devido ao armazenamento inadequado.


Mas, como atingir o efeito blooming perfeito? Uma dica é utilizar filtro de papel ou metálico, assim você consegue visualizar o efeito de perto. O encontro da água com o café recém moído gera bolhas de ar no centro do bolo de pó de café que se forma. Quanto mais o café subir, mais fresca é a bebida que você vai apreciar. Uma dica preciosa é fazer uma boa proporção no coador, ou seja, utilize a medida adequada de café, não coloque muito pó em um suporte pequeno e coloque a primeira água apenas cobrindo o café para que as bolhas apareçam.


Aproveite este momento para sua primeira percepção do café que vai provar, olhe os grãos, consuma uma torra fresca com menor tempo e sinto o aroma na moagem e nessa primeira infusão. Aqui começa sua análise em casa.




Escalde o filtro de café e elimine toda a água do recipiente. Caso utilize filtro de metal, é importante que escalde os acessórios antes do preparo. Para garantir o frescor do grão, escolha cafés com torras de até 3 meses. Procure essa informação na embalagem do produto.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page